Prêmio de Participação

 

 

 

PARTICIPANTES:

 

Socorro Lima Dantas
Tânia Sueli Oliveira

Yeda Soares Chiviacowsky

Marcial Salaverry

Luiza Soares Benício

Borbollettah Sandra Regina

IIlIlda Maria Costa Brasil
Fuad Bakri
André Schwambach Almeida
Daniela Wainberg
Fernando Poitevin Santos
Rafael Güntzel Orizenco
Frederico Ferreira de Souza
Alexandra Lins da Silveira Beccon de Oliveira
Ana Luiza Fernández Alves
Maria Eduarda Vieira da Silva
Marina Nicodemo da Rosa
Enzo Cauduro Guerim

Ana Teresinha Drumond Machado

 

 

 

CONSOLAREI A ALMA...

Socorro Lima Dantas

 

 

Em todo o meu viver,

irei à procura dos meus sonhos

que ficaram para trás,

perdidos no tempo...

Quero encontrar, mais uma vez,

a felicidade, que da minha vida se foi,

mesmo que seja apenas por um só momento,

nem que eu enfrente a tristeza, a desilusão,

o peito contorça de dor,

e eu tenha que juntar os pedaços outra vez.

E assim caminharei ...

tropeçando, levantando, sorrindo e chorando,

em busca dos meus sonhos,

consolarei a alma, com o canto do amor.

 

 

 

CONSOLAREI A ALMA ...
Tânia Sueli Oliveira
 

 

Enquanto eu viver e na eternidade
serei como menina, que acredita
nos sonhos e só vê flores nos caminhos;
só pensa o melhor e tem coragem
de desafiar essa vida, tão cheia de surpresas
que nos assustam, mas , muitas, encantam !
Consolarei minh'alma escutando músicas,
que me aliviam, me fazem sonhar !!!
Aliviarei meu coração com momentos
que vivi com alegria e jamais esquecerei!
Se eu chorar, lágrimas docinhas de saudades,
sei que vivi, tentei, não desisti de mim !
Consolarei minh'alma !!!

 

 

 

 

CONSOLAREI A ALMA ...

Yeda Soares Chiviacowsky

 

 

Perseverante e com fé, seguirei  sempre sorrindo.

Meu coração, teimoso, aguarda o teu despertar...

O tempo passa,  e leva consigo as doces lembranças

do amor que um dia embalou o meu coração.

Lágrimas de saudade rolam pelo meu rosto,

lavando as marcas de uma grande dor.

Ontem tão perto, hoje tão distante...

Mundos diferentes estão entre nós dois.

Resta-me a certeza de saber que um dia,

voltarás,  sorrindo, para os braços meus.

Então, confiante, consolarei a alma,

e seguirei feliz, agradecendo a Deus.

 

 

 

CONSOLO D'ALMA
Marcial Salaverry

 

 

Por vezes a alma quer parar,

em um buraco fundo mergulhar,

por uma dor sofrida,

alguma mágoa acontecida...

Antes de um mergulho definitivo,

um pensamento efetivo...

Sempre é bom meditar,

para não afundar,

e saber emergir,

e de dúvidas sair...

Nessa indecisão da alma,
é preciso ter calma,
para poder definir,
como será o porvir...
Não sabemos o que está por vir,
e não podemos decidir
o que será melhor fazer,
para o tempo não perder...
Se para o amor correr,
ou simplesmente esperar
que ele nos venha buscar,

e assim nos consolar...
E essa indecisão,
é que nos balança o coração,

afastando a consolação...

 

 

CONSOLO MINHA ALMA !

Luiza Soares Benício

 

 

 

Quando algo procura me entristecer,

busco pensar num momento feliz...

e, de repente, consolo minha alma !

 

 

 

CONSOLAREI A ALMA

Borbollettah Sandra Regina

 

 

Às vezes, angustiada, penso assim:

está chegando o meu fim,

está tudo perdido, meu sonho acabou

e a maior tempestade: meu amor me abandonou.

Por favor, não me abandone, não me deixe só

sem você nada sou, fico fraca, sou pó.

Você é o consolo de minha alma e de meu coração,

ouve o meu grito e me dá a sua mão.

 

 

CONSOLAREI A ALMA
Ilda Maria Costa Brasil

 

Por quê?
Porque esta enfrentou, recentemente,
uma grande decepção.
Decepção! O que é?
É um estado de espírito,
ou uma sensação
desagradável,
que nos projeta mágoas
e tristezas profundas.
É um desconforto
inigualável
e incomparável.
É a perda do encanto,
e da admiração
cultivada
por longos anos.
É destruir imagens
construídas
devido a ações
não claras
e nem possíveis
de explicações.
É descobrir
que alguém,
em quem muito confiava,
é falso, mentiroso
e dissimulado.
Consolarei a alma
porque, neste momento,
faz-se necessário passar
uma borracha
para apagar
tristes e dolorosas vivências!

 

CONSOLAREI A ALMA...
Fuad Bakri

 


Ver crianças nos sinais
pedindo esmolas,
corta-me o coração.
Algumas passam o dia
sem nada comer.
Nas ruas, tudo fazem
para sobreviverem.
Tenho notado
que a maioria delas,
muitas vezes, rouba
quando não ganha
esmola no sinal.
Essas se chegarem em casa,
sem nenhum trocado,
são agredidas pelos pais.
A história das crianças de rua
é triste e muito dolorosa.
Enquanto uns cheiram cola
para não morrer de fome;
outros fazem malabarismos
com bolinhas nos sinais.
A cena é deprimente!



CONSOLAREI A ALMA...
André Schwambach Almeida


Os ecos da minh’alma
são frios
e regados de suspiros.
Esses afloram meus sentimentos,
onde escondo segredos
de minha vida.
Ouço os ecos do meu coração
que, neste momento,
estão a bater por alguém
que correspondente à minha paixão
e conquistou meu coração.
Ao longe, uma suave música
que, lentamente, despertou
os ecos da minh’alma.



CONSOLAREI A ALMA...
Daniela Wainberg

 

 

Ao esperar algo, somos tomados
por diferentes emoções
e sentimentos.
Esses, às vezes, são inexplicáveis;
noutras, surpreendentes
e encantadores.
Toda espera requer tempo
e paciência;
logo, cabemos aguardar com fé,
tranqüilidade e esperança.


CONSOLAREI A ALMA...
Fernando Poitevin Santos


O que inquieta minh’alma
é um “pequeno” problema
que tenho com a balança.
Já tentei várias alternativas
para emagrecer.
Fiz tantas dietas
que perdi as contas.
Primeiro, reduzi os doces,
mas fui vencido
por uma fatia de bolo;
depois, procurei eliminar
as massas e o pão.
Quanta tortura!
Minha mãe, ao ver minha tristeza,
contratou uma nutricionista
para me ajudar
a fazer uma boa dieta;
no entanto, ela não foi muito radical
e eu nada emagreci.
De vez em quando,
angustio-me, pois sei
que só quando eu emagrecer,
minh’alma irá aquietar-se.


CONSOLAREI A ALMA...
Rafael Güntzel Orizenco


Há momentos
em que caímos num abismo,
chegando a nenhuma decisão.
Pensamentos confusos,
redemoinhos da mente,
podem ser comparados com o fundo do mar,
pois chegam a nos deixar fora do ar
e nos levam a lançar
gotas de lamento por todas as partes.
Porém, nossa mente, quando confusa,
funciona como uma lâmpada de mil watts.
Uma demasiada euforia começa
e, logo, dá espaço à irritação,
por coisas minúsculas e insignificantes,
machucando-nos.



CONSOLAREI A ALMA...
Frederico Ferreira de Souza


Alegre e, ao mesmo tempo, triste,
interpretei o cair de uma gota em meu rosto,
como o lavar de meus pecados;
o perdão de meu passado
e a perspectiva de uma nova vida.
Perdi meu amor
e, em direção a chuva, corri.
Fui acolhido por um aconchegante vento
e, a água fria que caía,
minha tristeza, levou.
Ao chegar a casa, um banho quente tomei
e a morna água, ao meu corpo,
trouxe uma nova alma.
No jantar, a sopa confortou-me interiormente
e, ao dormir,
lágrimas derramei por minha perda.
Pela manhã, trovões trouxeram-se música;
melodia para um coração amargurado.
A chuva deixou-me sonolento
e, sofrendo, adormeci,
sonhando com os dias em que fui feliz.


CONSOLAREI A ALMA...
Alexandra Lins da Silveira Beccon de Oliveira


Quando vejo pessoas
dormindo nas ruas,
penso como deve ser
triste e sofrido
passar fome, frio
e viver ao relento.
Os moradores das ruas
não têm como curtir
as pessoas
que ama ou amaram;
vivem sem um lar
para morar.
Dói-me o coração
ao ver tais cenas.
Essas pessoas,
por mais que desejem,
com o passar do tempo,
perdem dignidade e amor

 

CONSOLAREI A ALMA...
Ana Luiza Fernández Alves



Em noites frias e solitárias,
se for num fim de semana,
sinto-me triste e perdida,
pois, no ouro dia, não irei
estar com meus colegas.
Nas noites de verão, coloco
uma música ou um filme
e procuro me ocupar.
Caso não resolva,
penso em meu amor
e relembro os bons
momentos compartilhados.
Hoje, estou mais voltada
às noites solitárias,
uma vez que pedi um tempo
ao meu namorado.
Nosso relacionamento
estava bastante complicado.
Falta de confiança e ciúmes
sufocam o amor.
No início, sofri muito;
agora, já consigo sorrir
e usar minhas noites solitárias
para pensar no que eu quero para mim.


CONSOLAREI A ALMA...
Maria Eduarda Vieira da Silva
 

 

Quanto tempo sem te ver
e sem curtir tua doce presença?!
Há momentos em que anseio
por teus abraços e carinhos;
no entanto, hoje, resta-me apenas
admirar tua fotografia.
Chegaste e saíste
tão rápido de minha vida
que penso tudo
não ter passado de um doce sonho.
Ufa, que triste realidade!
Momento único e doloroso, a tua morte
Como eu gostaria de que estivesses aqui!


CONSOLAREI A ALMA...
Marina Nicodemo da Rosa


Consolarei a alma
quando ferida
pelas tristezas
e desencantos
que, infelizmente,
como adolescente
tenho que enfrentar.
Nesta fase,
o meu maior compromisso
é com os estudos.
Sou responsável
e bastante dedicada,
mas, às vezes,
nem tudo ocorre bem.
Frente a uma situação dessas,
retomo os estudos
com mais garra e dedicação.


CONSOLAREI A ALMA...
Enzo Cauduro Guerim



Sinto-me saudoso de alguém
que partiu numa tarde chuvosa
e não mais voltou.
Quando a conheci,
guardei-a a sete chaves
em meu coração.
Seus cabelos dourados
brilham como o sol
e, sempre que eu a via,
meu coração batia
descompassadamente.
Espero que, um dia,
ela volte aos meus braços
para juntos ficarmos.

 

 

Consolarei a Alma
Ana Teresinha Drumond Machado


Antes que o dia acorde,
minh’alma, por dentro, consolarei.
Com brandura, varrerei cada cômodo.
Das quinas, os ciscos eu espanarei...
As teias?! Essas... Não as tocarei!
Serão movidas a passo...
Para a arte não ser banida.
Em todo desejo de liberdade,
Nasce paz ... Brota felicidade...

Antes que a noite cochile,
Cada parte de mim lavarei.
Encontrarei força no perdão,
Nas batalhas, esperança,
Nos encontros, confiança,
Na busca, consolação.

Antes que o dia acorde...
Antes que a tarde desmaie...
Antes que a noite cochile...
Minh’alma por dentro consolarei
Para que a cada amanhecer,
Seja eu capaz de me vigorar ...
E outras... Outras tantas almas
Venha eu poder consolar.

Alvinópolis/MG


 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007
Fragmentos dos Meus Sonhos - Socorro Lima Dantas
Todos os direitos reservados

Publicado: 13.01.2007 - Última atualização: 11.11.2012
Webdesigner: Sonia Orsiolli