Prêmio de Participação

 

 

 

 

 

PARTICIPANTES:

 

Socorro Lima Dantas

Sandra M. Julio

Adélia Mateus

Maria Thereza Neves

Yeda Soares Chiviacowsky

Fatima Mello[fofinha]

Eri Paiva

Malu Mourão

Lúcio Reis

Renã Leite Pontes

Naidaterra

Luiza Benício

José Ernesto Ferraresso

Marcial Salaverry

Nelson Fontes Carvalho (Nelfoncar)

Teka Nascimento

Roze Alves

Susana Custódio

Conceição Paulino

Milla Pereira

faffi

Cibele C.Teixeira

Lairton Trovão de Andrade
Edson Gonçalves Ferreira

Antónia Zilma

Pedro Valdoy

Nelson Fontes Carvalho (Nelfoncar)

Cleide Dellani (Doce Romântica)

Helena Grecco

Beki Bassan

Fátima Moreira

Iza Mota

Rogério Miranda (Poeta da Paz)

Iza Mota

Ilka Bosse (Bailarina das Letras)

Lairton Trovão de Andrade

Camila Lima Dantas

 

 

 

 

PERDOA-ME AMOR!

Socorro Lima Dantas

 

 

 

Perdoa-me amor,

se eu me perdi pelo caminho,

a procura do teu amor...

Foi o destino que os nossos sonhos desviou.

 

 

PERDOA-ME AMOR...

Sandra M. Julio

 

 

Perdoa-me amor...

Se em teu sorriso esqueci meus sonhos

Incrustados, com primor,

Entre pautas dos teus versos.

 

 

 

PERDOA-ME  AMOR!

Adelia Mateus

 

 

Perdoa-me amor,

por gostar tanto de você,

me afastei de seu caminho...

Foi o destino que assim quis.

 

 

PERDOA-ME AMOR !

Maria Thereza Neves

 

 

 

Chegou a hora do adeus

nossas pontes foram destruídas

mares,horizontes nos separam

lagrimas alagam nosso mundo!

 

 

PERDOA-ME AMOR!

Yeda Soares Chiviacowsky

 

 

 

Perdoa-me, amor,

se eu roubei teu coração...

Ao enlaçar-me em teus braços,

eu te amei com paixão.

 

 

 

 

Perdoa-me Amor !

Fatima Mello [fofinha]

 

 

Perdoa-me, amor,

meu amor te sufocou,maltratou,

Mas esta é a única forma que sei amar,

com entrega intensa e total.

 

 

 

PERDÃO, AMOR

Eri Paiva

 

 

Perdoa o que vou dizer

Se  amo como te amo

É que não sei como se faz

Para um amor esquecer

 

 

 

PERDOA-ME AMOR !

Malu Mourão

 

 

Perdoa-me amor,

se não posso mais te amar.

Culpo o destino traidor,

que cruelmente veio nos separar.

 

]

 

Perdoa-me amor !

Lúcio Reis

 

 

Errei! Errarei outras vezes

Sou humano e meu ser se engana

Deixa teu meigo coração me perdoar

Fazendo meu amor crescer e

jamais retornar a me enganar.

 

 

PERDOA AMOR

Renã Leite Pontes

 

 

Perdoa amor a estes olhos vis que ousaram

tentar voltar sem nem sequer lembrar teu nome.

eu sou aquele, cujo louco amor consome...

no frio desta ausência dos teus olhos claros.

 

De Acre/Brasil

 

 

 

PERDOA-ME AMOR!

Naidaterra

 

 

Um dia a verdade aparece,

doa a quem doer ela surge

num acaso certeiro e amadurecido

como deve ser... adeus...

 

 

Perdoa-me Amor

Luiza Benício

 

 

Se as vezes eu não te entendo

Ou te exijo coisas que não queres fazer...

Já até me acostumei

A pensar como tu pensas

Pois consegui entender

Que teu pensar é mais sólido, mais adulto

É melhor p’ra todos nós !

 

 

PERDOA-ME AMOR!

José Ernesto Ferraresso

 

 

Se um dia te magoei,

e não te compreendi,

não fui sincero, podes crer.

Perdoe-me, errei sim,

mas não quero te perder...

 

Serra Negra

 

 

PERDÃO COM PAIXÃO
Marcial Salaverry

 

Amor... carinho.. paixão
vividos com sinceridade,

não é preciso perdão,

para ter felicidade...

 

 

 

MEU AMOR, PERDÃO

Nelson Fontes Carvalho (Nelfoncar)

 

 

Não quero manchar assim o nosso bem-querer,

Que em tantos anos uniu em tão grande chama,

Quem tantas horas felizes passamos na cama,

Não pode esquecer a paixão continua a arder!

 

Mas o amor é, e sempre foi um tredo trama,

Fui volúvel, num caso breve que devia ver

Que só contigo, meu amor era, sim viver,

PERDOA-ME AMOR…este louco que te ama!

 

Errei. Toda a gente erra! Contrito confesso,

Foi mau caminho que n’um bar tive acesso,

Com uma mulher falsa com rosto encantador…

 

Hoje, arrependido, ferido, estou de regresso,

Ao teus pés, como dantes, perdão te peço,

Acredita, sou sincero. PERDOA-ME AMOR!

 

AMORA / Belverde

PORTUGAL

 

 

PERDOA-ME AMOR
Teka Nascimento

 

 

Se te magoei e te feri
foi por muito te amar...
Sem um adeus eu parti.
Mas por favor amor   perdoa
Pois não sei viver sem ti.

 

 

 

Perdoa-me Amor !

Roze Alves

 

 

Perdoa-me amor!

Sei que prometi ser para sempre,

mas meu coração é aventureiro,

não mais quer ficar acorrentado.

Assim vou indo, até de repente.

 

 

PERDOA-ME AMOR

Susana Custódio

 

Foram tempos muito lindos,

Muito lindos os tempos que juntos nos amamos;

Juntos nos amamos em completa loucura,

Em completa loucura, vivemos a nossa paixão...

 

Vivemos a nossa paixão como a fúria de um vulcão,

Como a fúria do vulcão que expeliu a lava,

A lava esfriou e transformou-se em pedras,

Em pedras, se tornou o meu coração...

 

O meu coração, agora, está frio

Acabou-se a emoção, perdoa-me, amor!

Amor, perdoa-me por não arder em mim a chama,

Em mim a chama se apagou,

Perdoa-me, amor!

 

Portugal/Sintra

 

 

Perdoa-me amor

Conceição Paulino

 

 

Amor, perdoa-me se de

Mim o suficiente não dei.

Olhei e não te vi. Ignorei-te.

Reconheço que errei e me perdi.

 

 

PERDOA-ME !

(Milla Pereira)

 

 

Perdoa-me, se não posso amar-te

Como tu queres...

Perdoa-me, se não fui para ti

A melhor das mulheres!

Perdoa as duras palavras

As minhas atitudes

Pois controlar-me,

Nem sempre eu pude!

Peço-te perdão, sinceramente,

Por ter-te amado, tão somente,

Como um amigo...

Por favor, não briga comigo!

O meu pecado eu confesso

Por isso, perdão te peço!

 

 

Perdoa-me Amor

faffi

 

 

A solidão está me perturbando,

respeite a minha dor!

não posso viver chorando,

por favor, perdoa-me amor!

 

 

Perdoa-me, amor

Cibele C. Teixeira

 

 

Perdoa-me, amor,

pelas palavras mal ditas

e também pelas caladas,

quando tu mais precisavas

e, por mim,  foram negadas.

Perdoa-me, amor,

por todos os excessos

e também pelos acessos

de ira extravasada.

Perdoa-me, amor,

pela falta de paciência

e pelos papos-cabeça

que, por incrível que pareça,

eu insistia em ter,

mas que nada esclareciam,

e a ti, mais confundiam.

Perdoa-me, amor,

se é que podes me ouvir,

e tenta compreender

que eu sou terrena demais...

que estou longe de atingir

a perfeição requerida,

pra enfrentar, serenamente,

as mazelas dessa vida.

 

 

P E R D O A – M E, AMOR

Lairton Trovão de Andrade

 

 

Perdoa-me, Amor,

A intransigência;

Olha pra mim,

Dá-me clemência

E não me deixa

Aqui sozinho.

Preciso muito

Do teu carinho!

 

Não me olhes mais

Com duros olhos

– Olhos de águia

Nos meus escolhos!

No rosto lindo,

Eu vi rancor,

Dilacerando

O meu amor.

 

Eu sou deserto

Perdido ao longe,

Que na oração

Medita o monge.

Eu sinto a brisa

Beijando a areia,

Teu doce hálito,

Linda Sereia!

 

Canta pra mim!

Sibila ao vento!

Ó Serenata,

És acalento!

Tens o amor

Que me inebria!

És meu manjar

– Minha ambrosia.

 

Oh, triste vida!

Oh, vida agreste!

Naquela escarpa

Há flor silvestre...

O sonho meu

É ter meu céu,

Quando provar

Teu doce mel...

 

Perdoa-me logo,

Se te feri,

Dá-me um presente:

Olha pra mim,

Fica comigo

Com teu calor!

Dá-me um sorriso:

Só quero amor...

 

 

Perdoa-me, amor
Edson Gonçalves Ferreira



Não te peço perdão, amor
Quem ama não o faz
Só de te olhar com calor
Tu sabes que sou da paz.

 

 

Perdoa-me amor!

Antónia Zilma

 

 

Perdoa-me amor
por não ser fingida
ser desmedida
e ter esquecido o lenço
na partida
e querer de ti o amor
pra enxugar a lágrima
e ser comedida pra amar.

 

Brasil - Mossoró/RN

 

 

Perdoa-me amor

Pedro Valdoy

 

 

Andei esquecido no espaço

na solidão do deserto

mas meu amor é forte

e desejo-te loucamente.

 

 

MEUS AMOR PERDOA !...

Nelson Fontes Carvalho (Nelfoncar)

 

 

Entre amantes há sempre qualquer trocadilho,

Que o amor e confiança causam certo abalo;

Mas isso não quer dizer que saíam do trilho,

Tem que haver senso pra preservar o halo!

 

Diz-se e faz-se coisas fora daquele brilho,

Que vimos anormais; -- Desculpem sei do que falo—

PERDOA-ME AMOR…hoje ao teus me humilho,

Não quero deixar de ser o teu fiel vassalo!

 

Confesso fui descortês no que te disse azedo,

-- Há outros problemas, com os quais estou farto —

Fazem que m’enerve tonto, assim eis o segredo!...

 

Falei! Gritei alto, bem sabes, não é o meu teor

Prometo que logo, estou amante lá no quarto,

Aceita, meu perdão, logo vamos fazer  amor!

 

 

AMORA / Belverde

Portugal

 

 

Perdoe-me amor

Cleide Dellani

(Doce Romântica)

 

 

Pelo sorriso exagerado

Pelo abraço apertado

Pela imensa saudade

Pela louca felicidade

Pelo beijo roubado

Pelo olhar encantado

 

Certo ou errada?

Estou apaixonada!!!

 

 

PERDOA-ME MEU AMOR

Helena Grecco
 
 

Perdoa-me se em sua vida
Não fui quem você sonhou
Fui apenas um coração
Que ao seu amor se entregou
Sem nada querer, nada almejar
Quis apenas andar ao teu lado
E tão simplesmente...
Te amar!
 
BRASIL/CANOAS/RS

 

 

PERDÃO COM AMOR

Beki Bassan

 

 

Quem ama sinceramente,

merece sempre o perdão.

Espero que  tenhas entendido

e possamos viver felizes,

sem mágoas mas com muito amor.

 

 

Perdoa-me

Fátima Moreira

 

 

Perdoa-me por te amar,

por declarar o meu amor.

Apesar de solitário, meu coração

vibra com este sentimento,

pleno, belo e profundo...

Deixa-me te amar.

 

 

PERDOA-ME AMOR!

Iza Mota

 

Por insistir e persistir

Por de ti não desistir

Por querer a ti entregar-me

Perdoa-me por amar-te

 

Recife-PE

 

 

PERDOA-ME

Rogério Miranda

(Poeta da Paz)

 

 

Por não ter escutado a canção do amor,

que se perdeu na metade

de uma historia simples de amor

e se despediu em lagrimas

em um adeus sem destino...

 

 

PERDOA-ME AMOR !

Iza Mota


 

... Por querer sempre mais

e não ver que o tempo não volta atrás.

... Por não entender que morremos

um pouco a cada dia desde que nascemos.

... Por querer estar sempre contigo

meu amado e grande amigo.

 

Iza Mota

Recife-PE

 

 

PERDOA-ME AMOR !

Ilka Bosse

 (Bailarina das Letras)

 

Sou humana e a erros sou passiva.

Entre idas e vindas, ...pontes edificadas...

Tua meiga atitude, ao voltar, foi decisiva...

Perdoa-me amor, ...as exaltações ousadas!

 

 

 

PERDOA-ME, AMOR
Lairton Trovão de Andrade



Perdoa-me, Amor,
A intransigência;
Olha pra mim,
Dá-me clemência
E não me deixa
Aqui sozinho.
Preciso muito
Do teu carinho!

Não me olhes mais
Com duros olhos
– Olhos de águia
Nos meus escolhos!
No rosto lindo,
Eu vi rancor,
Dilacerando
O meu amor.

Eu sou deserto
Perdido ao longe,
Que na oração
Medita o monge.
Eu sinto a brisa
Beijando a areia,
Teu doce hálito,
Linda Sereia!

Canta pra mim!
Sibila ao vento!
Ó Serenata,
És acalento!
Tens o amor
Que me inebria!
És meu manjar
– Minha ambrosia.

Oh, triste vida!
Oh, vida agreste!
Naquela escarpa
Há flor silvestre...
O sonho meu
É ter meu céu,
Quando provar
Teu doce mel...

Perdoa-me logo,
Se te feri,
Dá-me um presente:
Olha pra mim,
Fica comigo
Com teu calor!
Dá-me um sorriso:
Só quero amor...

 

 

Perdoa-me...

Camila Lima Dantas

 

 

Perdoa-me meu pássaro !

Por tê-lo feito meu confidente,

Neste meu quarto de adolescente,

Quando os meus sonhos eu te contava

E estava da vida descontente.

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007, Socorro Lima Dantas - Todos os direitos reservados.
Publicado: 13.01.2007  Última atualização:  09.01.2012

Webdesigner:  Sonia Orsiolli