Socorro Lima Dantas

 

 

 

Minha alma está despedaçada,
dor profunda... amor vivido...
coração desnorteado... Vida partida !
Encontro-me perdida de tudo e de todos,
procuro juntar os pedaços de um amor naufragado.
 
 
Desta vida agora arrancada,
restaram apenas ciscos estilhaçados !...
Volto ao passado... Lembranças vividas,
dedicação soçobrada, alma ressentida,
colho o que restou de nossas vidas...
 
 
Penso, medito..  Preciso reagir...
desabo-me neste chão gelado,
recolho cada pedaço espalhado da minha alma !
Preciso recompor o meu eu...
agora neste chão chamuscado.
 
 
No meio de tantos fragmentos,
não sei por onde começar,
preciso colar os cacos...  Um a um...
contrita, enxergo no meio de tantos,
 um pequeno pedaço de esperança,
aquele que não deverei mais buscar ?...
Só esperar...
 
 
Descubro que faltou um pedaço,
a estilha que tanto amavas...
a parte que unia os nossos corações,
fico esperançosa... A minha alma trava.
 
 
Um oceano de lembranças invade
 o mar da minha vida...
você repartiu nossos corações !...
Deixando a minha alma sofrida,
desnorteada...
 despedaçada e cheia de ilusões.
 
 
Tento reunir o que restou do nosso amor,
são ciscos... apenas ciscos espalhados...
vou juntando cada pedaço estilhaçado.
Fragmentos da minha vida dilacerada,
são os ciscos da minha alma !
 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007

Fragmentos dos Meus Sonhos - Socorro Lima Dantas
Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007  Última atualização:  24.11.2012

Webdesigner:  Sonia Orsiolli