Socorro Lima Dantas

 

 


 

Ouço o som da orquestra
Que não pára de tocar
Ergo os olhos para o Céu
A lua, companheira de tantos carnavais
Resplandece o meu rosto
O coração palpita forte,
O sangue corre acelerado nas veias
Desaguando no mar do frevo
Ritmo de frenético acorde.
É grande a emoção !


Pulo correndo atrás do meu bloco
Que logo, me acolhe na ala
"Da ilusão vivida", caio na folia
E no compasso do frevo rasgado
Com ardor, animação e calor
Vou acertando os passos.
É tudo uma magia !


Fantasiada de colombina,
Rosto pintado com as cores do arco-íris
Para esconder a saudade e a tristeza,
Saio vivendo este sonho
Desfilando na avenida
Caio na folia para reverenciar o meu frevo,
Ritmo quente, envolve o peito.
É puro devaneio !


Quero aproveitar toda esta alegria,
Viver a minha fantasia,
Para esquecer as dores vividas
Vou dançando, delirando de alegria
frevando até a orquestra parar.
É carnaval !

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007

Fragmentos dos Meus Sonhos  -  Socorro Lima Dantas

Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007