Socorro Lima Dantas
 

 

 

Nesta distância que nos separa,
no célere compasso dos sentimentos,
embaralhados pelo destino,
restou-me um coração em tormento.
 
O tempo nos separou...
por tolices que o amor não explicou
o que restou desta paixão,
o destino ainda não desvendou !...
 
Eu estou tão só !
nem sei se ainda me esperas,
se pensas em nossa ternura vivida,
naqueles momentos sublimes...
eu queria tanto saber,
ah, como eu desejaria !
 
Cansada de te esperar,
 você não vem !

Sigo sozinha... 
numa estrada já sem flores,
peco-me no caminho,
não enxergo você....
não há ninguém !


Neste ritmo de esperança,
na expectativa de um novo aceno,
hoje eu resolvi:
irei te procurar...
dizer-te da minha solidão,
do meu amor...
 

E para sempre,

 jamais te deixarei tão só,
eu nunca mais ficarei tão só !
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007 -  Fragmentos dos Meus Sonhos  -  Socorro Lima Dantas

 - Todos os direitos reservados.
Publicado: 13.01.2007 

Webdesigner:  Sonia Orsiolli