Socorro Lima Dantas
 
 
 
 

No embalar da vida,
procuro versos !
Deparo-me com sentimentos
tento descrevê-lo...
e não consigo fazê-lo!
 
 
Indago-me repetidamente:
Eu  poesia ?
Não encontro a resposta !
adoto outro ensejo:
sigo as estrelas,
e seleciono a mais brilhante !
aquela...
a mais solitária de todas !
quem sabe,
encontre a razão desta hesitação ?!
 
 
São riscos, rabiscos,
e alma em irresolução !
não escrevo o que é sentido,
questiono-me mais uma vez:
 Eu poesia ?

 



 
 

 

 

 

 

 


 

 

Copyright © 2007, Socorro Lima Dantas - Todos os direitos reservados.
Publicado: 13.01.2007  Última atualização:  30.10.2010

Webdesigner:  Sonia Orsiolli