Socorro Lima Dantas
 


 

Mais uma vez,
chegaste sem a porta bater,
sem licença pedir,
nem perguntar se poderia entrar,
como se no meu coração pudesses sempre mandar !
 
Mais uma vez,
acreditei em tuas promessas,
recebi tuas flores, exalei teu perfume,
beijei teus lábios, abri meus braços,
entreguei-me ao amor,
cedendo-te o meu tão reservado espaço!
 
Mais uma vez,
descobri...
fui enganada, pisada,
fiquei sofrida, corroída na dor,
por ter entregado novamente o meu amor,
sem pensar nos estilhaços,
deixados por ti no passado...
 
Hoje,
resguardei a alma,
abri o meu coração
para um horizonte límpido,
onde caminho entre o fulgor do presente,
passado riscado, peito trancado !
Mudei a direção da fechadura,
tranquei todas as portas,
onde para ti não existe mais ternura.
 


 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007, Socorro Lima Dantas - Todos os direitos reservados.
Publicado: 13.01.2007  Última atualização:  02.11.2010

Webdesigner:  Sonia Orsiolli