Socorro Lima Dantas

 

 

Não sei por que,

ao teu lado ainda estou,

se estás sempre a me entristecer.

Parece até que eu desejo

este amor assim viver...

ter você controlando o meu querer.

 

Não sei por que,

Demonstras estar realizado,

em fazer o meu coração padecer,

ver em meus olhos,

lágrimas de angústia a derramar.

 

Não sei por que,

Sentes prazer, em indecisão me ver,

arrastando-me para sobreviver,

e a resistência do meu coração,

em controlar as emoções.

 

Não sei por que,

insisto nesta dor permanecer,

acorrentada a um amor

que não me deixa viver,

manda em meu querer

e só me faz sofrer.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007, Socorro Lima Dantas - Todos os direitos reservados.
Publicado: 13.01.2007  Última atualização:  06.11.2010

Webdesigner:  Sonia Orsiolli