*

***

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Socorro Lima Dantas

 

 

 

 



Tantas vezes
Eu tentei o meu amor declarar
Até para não esquecer e criar coragem
Escrevi o que deveria desabafar
Mas falei o que não deveria ter falado.


Tantas vezes
Eu deixei escapar o meu sentimento
Você, tão pertinho de mim...
E eu não conseguia sequer fitar os teus olhos
Para o meu amor confessar.


Tantas vezes
Tantas... Foram as vezes em que eu me perdi,
Perdi o teu amor, deixei você escapar
Sem nada te expressar, nem ao menos demonstrar
Aquele amor tão ardoroso e apaixonado.


Tantas vezes
Faltou-me bravura, destemor, audácia.
Eu queria confessar a ternura
Que nutria por ti, mas em silencio fiquei...
Quanta chance eu tive, e te perdi.


Tantas vezes
Eu tentei desabafar, mas emudeci sem nada te dizer
Tantas vezes... Foram tantas vezes...
Mas eu não dei chance ao coração
E causei essa dor tão dolorida no peito.


Tantas vezes
Eu pensei que o teu coração encontraria o caminho
Para chegar até o meu, desvendar esse dilema
E não deixar essa paixão dissolver
Enquanto houvesse tempo para nós dois.

Tantas vezes
Tantas tentativas, tantos ensaios,
Restou a peça inacabada, roteiro esquecido
Sonhos perdidos, coração arrependido
Vencido pelas tentativas em vão.


Foram tantas vezes...
E eu permaneço aqui, sozinha,
Sem nada dizer...

 


 
 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007

Fragmentos dos Meus Sonhos  -  Socorro Lima Dantas

Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007